25 de jun de 2009

Dizendos

Eu gosto muito dos aforismos - frases engenhosas, por assim dizer, ou no dicionário: "máxima ou sentença que em poucas palavras contém uma regra ou um princípio de grande alcance; dito sentencioso". Ou o que em francês diz-se bon mot. Mencken: Democracia é a arte e a ciência de dirigir o circo a partir da jaula dos macacos... aliás, o Mencken é ótimo nessas coisas: na década de 20 houve o Monkey Trial, o julgamento de um professor por estar ensinando a teoria da evolução nas escolas de um estado americano, até então coisa proibida - somente a versão bíblica podia ser ensinada. Quando o promotor acusou o professor de estar ensinando que o homem descendia dos macacos, Mencken, que cobria o julgamento, levantou-se pra dizer que então os macacos é que deviam estar processando o professor. Eu pessoalmente não faço distinção entre bons mots e aforismos, gosto mesmo é da engenhosidade e da percepção ou recorte da realidade que trazem, quase o mesmo do humor puro, uma confrontação com idéias aceitas. Alguns revisitados: há pouco tempo, o filme "300" trouxe de volta um dos mais famosos da antiguidade, os espartanos respondendo aos persas, que diziam conseguir cobrir o céu com suas flechas e tapar o sol: "Melhor: combateremos à sombra". Millôr corrige o episódio no verbete "Bravura", da Bíblia do Caos: "Quando não se pode recuar só nos resta ser bravos. Os persas eram muito mais fortes e o desfiladeiro não tinha saída. Por isso combatemos à sombra." O general De Gaulle disse (dizem) que o Brasil não era um país sério; logo o Otto Lara Resende, se não me engano, completou: - "Antes do De Gaulle dizer isso, todo brasileiro sério já sabia disso". Com bons motivos, aliás - Bob Fields conta em sua biografia que quando foram apresentar a Juscelino suas idéias para o mais famoso plano de desenvolvimento brasileiro, o presidente, que os recebia em casa, dentro de uma banheira, com um charuto nas mãos e copo de uísque na outra, quis saber:
- E que nome nós vamos dar a esse plano?
- Pensamos em "Plano de Metas"!
- Plano de Metas?!? Mas justo nós, que já temos fama de metedores?!

Nenhum comentário: