4 de jul de 2009

Thomas Midgley

Provavelmente a pessoa a causar sozinha o maior dano à atmosfera do planeta. Inventor, foi o descobridor de que a adição de chumbo (tetraetil, TEL) melhorava o processo de combustão interna dos automóveis, dessa maneira lançando toneladas de material tóxico na atmosfera e envenando milhares de pessoas no início do século XX. Mais tarde, corroido pela culpa, segundo alguns, desenvolveu os clorofluorcarbonos, o primeiro dos freons, para uso em geladeiras, sprays, etc., no lugar dos até então utilizados (amônia e outras substâncias tóxicas). Se achou o bambambam, pois substituiu substâncias nocivas em aparelhos de uso comum por um gás inerte, inodoro e inofensivo. Para azar dele, logo depois descobriu-se que os CFC's, longe de inofensivos, estavam entre os responsáveis pela destruição da camada de ozônio! Um comediante britânico chegou a sugerir que ele deixasse de lado os intermediários e começasse logo a matar criancinhas com um martelo. Continuando sua história de inventos desastrados, após contrair polio aos 51 anos, inventou um sistema de engrenagens para ajudá-lo a subir e descer da cama - acabou morrendo estrangulado pelo próprio invento. Não é um dos inventores mais bem sucedidos que eu conheça...

Nenhum comentário: