8 de out de 2008

Russos

Pois é, há dias estava procurando uma tirinha para ilustrar o post "Background", de 06/10. Falava sobre referências, na maior parte canônicas, clássicas. Mas um caso ótimo é essa tirinha abaixo:



É uma brincadeira com o Eisenstein, numa cena antológica do Encouraçado Potemkin, nas escadarias de Odessa. Nós lemos a respeito do filme, raramente alguém realmente vê esses filmes. E acho que até com razão, porque alguns tornaram-se meio Lusíadas, aquele trambolho imenso, difícil e chato quando inteiro, mas com pedaços deliciosos quando "charqueado". Nisso, o youtube dá uma mão, já que dá pra ver trechos de alguns filmes. Esse eu tenho, mas já existia no youtube, aproveito o link.




A cena é forte, o filme foi revolucionário para a época (1925), tanto pela abordagem do tema quanto pela estética e pelos movimentos da câmera, os cortes, etc. De forma a transcrever idéias complexas e ideologias profundas, Eisenstein chegou ao uso de técnicas de montagem inspiradas nos ideogramas orientais. Se determinado ideograma significa "telhado" e outro, "esposa", a união dos dois é lida como lar. Desta forma, é o choque entre duas imagens aparentemente díspares que cria o impacto, o sentido a que se quer chegar. Um estudo mais aprofundado disso pode ser lido no livro Ideograma, organizado pelo Haroldo de Campos. Mas não precisa disso tudo, né? Basta ver ou o filme ou uma das obras que fazem referência a ele, e são muitas - Os Intocáveis, por exemplo, tem a cena do carrinho na escada. Ufa! Mas olha como a referência é necessária para a comicidade da tira, e como o Laerte foi fantástico nessa sacada...

Nenhum comentário: