25 de mai de 2009

Terra de Hellman's: de Aliens e Índios

Assisti ao último Star Trek: o Spock velho usa até jeitinho brasileiro! Regras para todos os aliens: falar inglês. Saí do cinema rindo, com isso na cabeça: manual de comportamento dos aliens em geral. Começaria com essa regra do falar inglês. Também não poderia mostrar espanto com o fato de que as naves terráqueas que colidem no espaço fazem barulho! São admissíveis aliens com sotaque irlandês, mas os de sotaque russo só dos verdes pra cima. Qualquer demonstração de superioridade intelectual ou espiritual dos aliens (invariavelmente com cheiro de filosofia grega americanizada) será devidamente posta em seu lugar pelo "espírito intrépido" da jovem raça humana, com seu espírito de aventura, sua crença na terra dos bravos e dos livres e... ah é, sempre acho que perdi a parte onde os Estados Unidos dominam a Terra antes de partir para o espaço. E o jeito de vestir, obviamente, deriva da vontade de parecer um time ou um conjunto musical - caso a gente chegue em algum planeta distante e tenha karaokê, não vamos passar vergonha. E poderemos participar de partidas de qualquer tipo de esporte, desde que a torcida adversária não critique demais nossos colants. Quando cheguei em casa, ainda rindo dessas besteiras, fiquei imaginando onde tinha visto algo parecido com esse pastiche mental que estava fazendo. Achei hoje: Eco! O Segundo Diário Mínimo (pra quem não leu, pule direto para o primeiro Diário Mínimo, que é muito melhor). E não era com alien, era com índio. Vou colocar em posts separados para não ficar muito grande: (continua no post abaixo)

Nenhum comentário: