14 de fev de 2008

Brainstorm

Entre umas e outras leituras, recebi esses dias um livro do Hopkins, poeta do “pathos terrível” e uma coletânea do Takeushi Yoshinori... de repente, a complicação foi demais e preferi voltar às besteiras e ao riso – rir de todo mestre que não ri de si também: isso é de quem, do Nietzsche, num é? Pois:

e um gran finale para pensamento keynesiano versus Alan Greenspan:



Nenhum comentário: