21 de fev de 2010

Tecnologias & leituras

Uma iniciativa bem interessante para o universo de leitores, e que pode servir como ferramenta educacional, é o Google Lit Trips - http://www.googlelittrips.com/GoogleLit/Home.html, "viagens literárias" usando o Google Earth. Funciona assim: você acessa um dos livros disponíveis, instala o arquivo no Google Earth (para instalar o Google Earth basta ir em http://earth.google.com/intl/pt/), e a partir daí percorre o itinerário do livro ou conhece os locais mencionados pelo autor. O site da professora Teresa Pombo - http://viagensliterarias.wordpress.com/, portuguesa, apresenta algumas possibilidades da ferramenta. Por exemplo, você pode refazer o trajeto de Ulisses na Odisséia, ou percorrer os caminhos dos Lusíadas. Pode conhecer os locais onde se passam as histórias de Joyce em Portrait of the artist as a young man ou as paisagens luxuriantes de Into the Wild.
O Google Earth ainda tem ferramentas interessantes que vão desde a mudança de ângulo, direção, distância (em alguns locais você pode se aproximar o suficiente para ver as pessoas nas ruas), até a mudança de época, isto é, você pode ver Roma, por exemplo, no momento atual, ou escolher o auge do Império Romano - que é reconstruído em 3D, inclusive com a possibilidade de passear pelas construções. Os locais também apresentam fotos que são postadas por internautas de todo o mundo, além da street view, uma ferramenta que permite ver um local em 360º, como se você estivesse nele.
Em português, por enquanto, só Os Lusíadas. Poderíamos fazer uma viagem literária com Os Sertões, por exemplo, ou Grande Sertão: Veredas, ou ainda percorrer Pernambuco com as poesias de João Cabral de Melo Neto - vou tentar fazer um desses assim que tiver algum tempo.Eu experimentei a Odisséia (usando o Google Lit Trip) e tentei refazer parte das batalhas de Guerra e Paz (esse por minha conta). Achei interessantíssimo ver as paisagens russas e a beleza das ilhas gregas.
Já fui pessoalmente ver o local da famosa batalha de Napoleão em Jena, na Alemanha, e passeei em alguns dos lugares que Rosa cita no Grande Sertão: não é a mesma coisa fazer isso pelo computador, claro, mas é um substituto aceitável, e dá uma visão fantástica sobre as regiões, distâncias, vegetação, rios, mares, montanhas... acredito, entretanto, que é senpre melhor fazer essas viagens depois de ler os livros, já que a imaginação é uma peça chave para o impacto da obra. Além de termos passagens como aquela do Grande Sertão, onde Zé Bebelo, vendo-se perdido e sem querer dar o braço a torcer, diz: “Ei, que as serras estas às vezes até mudam muito de lugar!...”
Os links dos livros acima necessitam do Google Earth instalado para funcionar. Abaixo, um link para um tutorial do Google Earth e vídeos do Google Lit Trip:

http://profteresa.net/tutoriais_ge.htm - Tutorial legendado

Acessando o Google Lit Trip (em inglês)



Viagem Literária: Os Lusíadas (o vídeo está legal, mas a música é insuportável, pra ver tive que colocar no mudo)

Nenhum comentário: