4 de jun de 2008

3,14159265

Nelson Rodrigues quando queria exprimir solidão dizia: "mais sozinho que Robson Crusoé sem radinho de pilha"; será sempre assim quando uma alma irmã se ausenta? Alma irmã - anmchara, um termo celta para o que nós chamamos de alma gêmea. A distinção é que a nossa "alma gêmea" é identica, especular, enquanto anmchara seria mais atração, parceria, identidade - semelhantes dessemelhantes que se escolhem. O poeta provençal Arnaut Daniel, diante das dificuldades do amor, fez o belíssimo poema-trova:
Eu sou Arnaut
que amasso o ar (amo laura)
caço lebre com boi
e luto contra a maré
em luta eterna.
- a polifonia provençal permitia o jogo sonoro com "amasso o ar" e "amo laura", fazendo-os soar da mesma maneira. Nesses momentos, a vontade é invocar a força dos antigos leões de minha raça e conquistar a Ásia, conquistar reinos, rios, montanhas - o despotismo, o exagero, para mostrar o que não há como ser dito, para fazer metáforas e hipérboles do que já não consigo calar nem falar; entretanto, fico aqui como a pantera de Rilke, a imagem dela como um retrato pregado às retinas.
Mas com um sorriso nos lábios...

Nenhum comentário: